terça-feira, 12 de abril de 2016

Power Rangers Super Megaforce, a inexplicável versão "pirata" de Gokaiger

O sexteto "pirata" de Power Rangers

Quem acompanhou o desenrolar das notícias sobre a grande franquia da Saban Brands (antiga Saban Entertainment) há alguns anos atrás deve lembrar que as comemorações de 20 anos de Power Rangers foi dividida em duas partes. Uma em 2013 e outra em 2014. A primeira foi Power Rangers Megaforce (leia mais aqui), a adaptação americana de Tensou Sentai Goseiger - o Super Sentai de 2010.

Se você teve a oportunidade de assistir Kaizoku Sentai Gokaiger (de 2011), talvez você pense (como eu) que a série comemorativa de de 35 anos dos super esquadrões multi-coloridos é uma das poucas a serem inadaptáveis no ocidente. Power Rangers Super Megaforce provou isso como ninguém. O que se podia esperar de uma temporada ruim, acabou se superando quando se trata em forçar a própria homenagem de aniversário.

Super Megaforce começou do ponto onde parou Megaforce, com a chegada do exército The Armada (Uchuu Teikoku Zangyack em Gokaiger). Robo Knight desapareceu e Vrak se refugiou. Para enfrentar a nova "ameaça", os Rangers agora passariam a utilizar as Lengendary Ranger Keys (Ranger Keys) e seus poderes.

No primeiro episódio não há sequer uma explicação para a mudança dos poderes. Tudo fanservice e os elementos foram jogados na cara dura pra vender brinquedos e nada mais que isso. Óbvio. Pra se ter uma ideia, Gosei disse que havia uma explicação para Jake mudar de preto para verde. Mas na hora, Tensou avisa (com aquele jeitinho tosco de desespero) sobre de um novo ataque. A impressão lembrou momentos em que o Chaves tentava dizer com quem morava na casa número 8 e sempre alguém aparecia para cortar conversa. Pior ainda é que logo de cara você percebia que os Rangers simplesmente foram jogados a um matadouro onde eles tinham uma "crise de identidade", como disse o monstro Headridge (Shikabanen em Gokaiger) na estreia.

Quer mais um nonsense que isso? Então lá vai. Onde o contexto pirata se encaixa na trama? Isso nunca foi explicado ou deram uma satisfação convincente do porquê o poder Super Megaforce - que é maior que o modo Ultra Megaforce - possui representação pirata. Em suma, o termo/adjetivo jamais foi mencionado.


Jason David Frank de volta à pele de Tommy

A série é cheia de falhas, começando por pouquíssimas participações de atores séries anteriores (houve um episódios onde alguns atores de Samurai/Super Samurai apareceram através de cenas reaproveitadas). Dá pra perceber que a Saban não fez um mínimo esforço pra homenagear com dignidade, como foi em Gokaiger, que foi praticamente 100% fiel aos Sentais. Como se não bastasse, surgiram do nada Ranger Keys de Super Sentais jamais adaptados nos EUA. Especialmente os Sentais exibidos no Brasil (pela extinta Rede Manchete): Changeman, Flashman, Maskman, além dos inéditos Dairanger (cujo os trajes do quinteto principal ficaram de fora da reciclagem para a segunda temporada de MMPR), Fiveman e até Dynaman (que aparece despercebidamente com uma Ranger Key). Surgiram como "poderes nunca vistos antes pela Terra". Sun Vulcan ficou de fora por um triz. Um provável motivo (jamais admitido) seria por parte dos direitos pertencerem à Marvel. Pra completar a bagaça, teve um episódio onde Troy estava transformado em Change Dragon e em outro take já estava como Red Mask. Erro grotesco que foi pior que as escapadas propositais de cenas nas primeiras séries de Power Rangers. E desta vez não foi tão divertido quanto antigamente.

Outras coisas que atrapalharam a temporada foi o sexto Ranger Orion. O sujeito era apático, sem graça alguma (e perde fácil para sua contraparte, o animadão Gai Ikari). Sem contar que os Rangers ainda poderiam se transformar no modo Goseiger Megaforce. Apesar dos pesares, Super Megaforce consegue divertir algumas vezes pela suas suas sequencias de ação. Seja pelas cenas japonesas quanto pelas cenas originais americanas. Em particular sobre a dublagem brasileira, eu destaco o dublador Paulo Porto (a voz de Jun Masuda de Solbrain) que deu um tom engraçadíssimo para o Príncipe Vekar. Por incrível que pareça, o vilão patético ficou menos chato (e você até esquece da vergonha alheia que foi Warz Gill, de Gokaiger). 

Nos episódios finais, o vilão Vrak retorna e obviamente as cenas japonesas reaproveitas são dos episódios finais de Goseiger. Podemos encarar como um tapa-buraco no clímax deixado por Basco (que não existe na versão americana), mas não foi a mesma coisa que o clímax de Gokaiger e de Goseiger. No último episódio tivemos a tão esperada Batalha Lendária. Um fiasco total que não teve a mesma magia de Gokaiger. Tudo feito nas coxas e sem um pingo de construção. Valeu pela volta de Jason David Frank como Tommy/Ranger Verde e mais alguns atores das outras séries de Power Rangers. Mas poderia ser bem melhor do que foi. Outra bola fora foi a mudança de elenco de dublagem. Mesmo que hoje Power Rangers seja dublado em São Paulo (antigamente era no Rio), Hermes Baroli poderia voltar como Leo, o Ranger Vermelho de Power Rangers na Galáxia Perdida.

De duas uma: ou Power Rangers Super Megaforce teria um número maior de episódios ou nem deveria existir. Fiasco total. E olha que eu sou fã tanto de Power Rangers quanto de Super Sentai pra falar com sinceridade sobre Super Megaforce.

3 comentários:

  1. Esse vídeo que fala dos Power Rangers tá muito legal https://www.youtube.com/watch?v=0ERRWAecCME recomendo que seja colocado nesse blos...

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo, sinto da mesma dor. Uma temporada que teria tudo para ser memorável, provoca raiva em mim até hoje (2017).
    Foras as faltas de coerências absurdas ( como "por quer os zords são navios piratas?"), o que mais dói são os personagens madeiras, muchos e sem aprofundamendo. Bem diferente das versões japonesas, que além de serem bem carismáticos, tinha uma personalidade propri que os tornavam mais especiais.
    Só de lembrar da gokai yellow com aquele jeito toda malandra, do gokai red com o modo todo chevao e do gokai Green todo atrapalhado 😅😅😅Ahhh...poderiam ter investido, pelo menos nos rangens, já estaria bom para mim 😢😢😢

    ResponderExcluir
  3. Olá meu nome é Caio Lopes tudo bem?!
    Então,eu faço videos para o youtube,com meu canal Vlog Do Caio Lopes,e neste video: https://www.youtube.com/watch?v=nuqyJ-HOftc
    Eu reajo à várias aberturas de Power Rangers desde o ano de 1993,até o atual de 2016,se estiver interessado(a),fica aqui o link para se divertir :)!

    ResponderExcluir